Avançado

Como criar o seu próprio modelo de apostas?

Leve suas apostas para o próximo nível criando o seu próprio modelo de apostas. Ter uma estratégia para seguir pode ajudá-lo a lucrar mais e a evitar algumas armadilhas que surgem no caminho. Entretanto, criar um modelo de apostas não é fácil, pois você precisa dedicar muito tempo e energia.

Criando um modelo de apostas

Criando um modelo de apostas

Existem muitos modelos de apostas diferentes, que podem ser mais ou menos lucrativos, dependendo de qual seja o seu objetivo. Seguindo esse guia, você terá uma ideia clara do que significa um modelo de apostas, além de aprender os passos básicos para criar uma estratégia que te ajudará a obter sucesso com suas apostas online.

O que é um modelo de apostas?

Um modelo de apostas é uma estratégia baseada em pontos de referência, que te ajudam a encontrar oportunidades de apostas em diferentes eventos esportivos. Além disso, permite que você curta as emoções das partidas sem que seus sentimentos atrapalhem sua tomada de decisão racional na hora de apostar.

Apostas esportivas online

Temos que nos manter racionais quando fazemos nossas apostas online.

Ao construir um modelo de apostas lucrativo, você terá os pré-requisitos ideais para prever a probabilidade de diferentes resultados. Um modelo de apostas perfeito pode prever a probabilidade de um resultado melhor do que as casas de apostas online. No entanto, para construir um modelo perfeito, você precisa de muitos dados estatísticos, conhecimento e tempo. As casas de apostas têm muitos funcionários que trabalham diariamente com modelos de aposta, contando com a ajuda de grandes bancos de dados. Caso você queira construir um modelo para vencê-los, você deve se preparar para gastar muita energia mental. No entanto, caso você consiga criar esse modelo de apostas perfeito, o esforço certamente valerá a pena.

Existem 6 etapas para construir um modelo de apostas:

  • Escolher o mercado para o seu modelo de apostas
  • Especificar suas estatísticas
  • Coletar suas estatísticas
  • Decidir quais são seus objetivos com o modelo de apostas
  • Construir o modelo de apostas
  • Testar e analisar seu modelo de apostas

1. Escolha o mercado para seu modelo de apostas

O primeiro passo na criação do seu modelo de apostas é decidir o seu foco. Um modelo de apostas excessivamente amplo exige mais trabalho e, consequentemente, uma menor chance de sucesso. Ao criar um modelo de apostas mais específico, a chance dele ser mais correto e preciso é maior.

Recomendamos que você foque seu modelo de apostas em um campeonato específico, para que ele seja o mais simples possível. Quanto mais amplo o modelo de apostas, mais complexo ele se torna. Outra dica é se concentrar em um grande mercado, como o inglês, por exemplo. Talvez seja mais difícil competir nos maiores mercados, mas se você conseguir construir um modelo de apostas bem-sucedido, as limitações e falta de opções de apostas dos mercados menores rapidamente se tornarão um problema.

Exemplos de apostas adequados para um modelo de apostas:

  • 1X2 (vencedor/empate)
  • Número de gols (mais/menos)
  • Número de escanteios (mais/menos)
  • Resultado final exato
Apostas nos maiores mercados esportivos

Os maiores campeonatos, como a Premier League, oferecem mais oportunidades de apostas.

2. Especifique suas estatísticas

O segundo passo é escolher as estatísticas que seu modelo de apostas terá como base. O importante a se considerar aqui é:

  • Não se baseie em estatísticas muito antigas. As estatísticas dos últimos jogos são mais importante do que as estatísticas da temporada passada.
  • Você deve decidir se leva em consideração as estatísticas de todas as partidas da temporada ou apenas das partidas de um campeonato específico.
  • Você deve considerar como essas estatísticas serão afetadas caso seu time perca jogadores importantes.

Muitos aspectos devem ser considerados ao decidir quais estatísticas o modelo deve se basear. É difícil dizer o que é certo ou errado. O importante é definir diretrizes claras, que possam fornecer um modelo de apostas preciso e que funcione bem.

3. Coletando estatísticas

O terceiro passo é começar a coletar todas as estatísticas e dados para o seu modelo de apostas. Essa fase é crucial, pois um modelo de apostas é construído se baseando em estatísticas. Sugerimos que você colete o maior número de estatísticas possível, pois esse volume pode ser reduzido posteriormente. Coletar estatísticas leva tempo, mas é a fase mais importante da construção de um modelo de apostas bem-sucedido.

Você pode coletar suas próprias estatísticas durante as partidas, mas esse processo é muito trabalhoso. Felizmente, existe uma série de sites que fornecem todas as estatísticas possíveis. Alguns sites oferecem essas estatísticas gratuitamente, enquanto outros exigem um pagamento para oferecê-las. Usar um site pago ou não vai depender exclusivamente de você, o importante é que seja um site que ofereça um serviço confiável.

4. Exceções para o uso do modelo de apostas

Depois de coletar todas as estatísticas necessárias, é importante definir regras claras para o seu modelo de apostas, pois existem fatores que podem torná-lo sem sentido em certas partidas. É importante que fique claro quando o seu modelo de apostas é útil ou não.

Vamos exemplificar: Um modelo de apostas mostra que há uma boa oportunidade de lucrar em um jogo entre o time A e o time B, onde odds de 4.00 são oferecidas se 2 ou mais gols acontecerem na partida. No entanto, fatores que não estão no seu modelo de apostas podem afetar essa probabilidade, como o desfalque do artilheiro do time A. Seu modelo de apostas calcula as probabilidades da partida baseando na idéia que todos os melhores jogadores irão jogar.

Veja algumas possíveis exceções que você deve avaliar:

  • Ausência de jogadores-chave
  • Má condição do tempo
  • Condições adversas que podem desgastar os jogadores
  • Um novo treinador em uma das equipes
Modelo de apostas

Messi ausente de uma partida do Barcelona.

5. Criando seu modelo de apostas

Depois de decidir qual o seu modelo de apostas, é hora de criá-lo. Para isso, você pode usar um dos seguintes programas:

  • Excel
  • Maple
  • MathCloud
  • MATLAB
  • Freemat

Nossa dica é que você comece com o programa mais simples, o Excel. Você não precisa ser um especialista em computação para criar um modelo, mas quanto mais experiência você tem em manipular dados, mais fácil e rápido será o processo. Uma habilidade matemática básica e uma compreensão da teoria das probabilidades também podem te ajudar a construir seu modelo de apostas.

6. Teste a analise

O último passo para completar o seu modelo de apostas é testá-lo e analisá-lo.

No início, você pode testar seu modelo em apostas de partidas que já foram jogadas. Depois dessa fase, você pode começar a testá-lo fazendo suas próprias apostas. Tente procurar por possíveis fraquezas que precisam ser ajustadas no modelo e pense no tempo que você precisa para testar e analisar as variações feitas.

Provavelmente, seu modelo de apostas nunca estará 100% concluído. Pequenos ajustes são sempre necessários para que você possa enfrentar os sites de apostas.

Boa sorte!

Compartilhar post

Comentário